Sensibilidade nos Dentes após o Clareamento Dental: Como aliviar?

Sensibilidade nos Dentes após o Clareamento Dental Como aliviar

É comum as pessoas ficarem com os dentes sensíveis após o clareamento. A sensibilidade pós-clareamento afeta mais da metade dos pacientes em diferentes graus. Alguns métodos podem reduzir essa incidência e intensidade. Entre eles, destacam-se a escolha da técnica e da concentração do gel, uso de dessensibilizantes, aplicação tópica de flúor e administração de analgésicos e anti-inflamatórios.

Nós já falamos aqui sobre os perigos do Clareamento Dental Caseiro. A sensibilidade dentária ocorre quando o esmalte protetor do dente se torna mais fino, ou mediante ocorrência de recessão da gengiva, expondo a superfície subjacente, a dentina, dessa forma, reduzindo a proteção que o esmalte e a gengiva fornece ao dente e a raiz.

Sinais e sintomas

Se a ingestão de alimentos e bebidas quentes, frios, doces ou muito ácidos ou a respiração no ar frio faz com que seus dentes fiquem sensíveis ou doloridos, você pode ter sensibilidade nos dentes. A sensibilidade dentária pode ir e vir ao longo do tempo.

Uma das melhores opções para remoção de manchas e alteração da cor da superfície dentária é clarear os dentes. Há diversas opções e produtos usados para o branqueamento dos dentes, que pode ser feito em casa ou por um profissional no consultório odontológico. Mas muitas vezes as pessoas apresentam dentes sensíveis após o branqueamento. De fato, a Reader’s Digest afirma que 78% das pessoas têm sensibilidade dentinária, também conhecida como hipersensibilidade dentinária, depois de fazer um clareamento dental externo com o tradicional peróxido de carbamida.

Sensibilidade nos Dentes após o Clareamento Dental Como aliviar

Clarear ou não clarear
Existem muitos tipos de produtos para branqueamento – desde géis e fitas clareadoras a cremes dentais e enxaguantes bucais branqueadores. O branqueamento dos dentes, no entanto, pode ser obtido de duas formas, de acordo com a Associação Americana de Odontologia (ADA): o uso de produtos clareadores e de produtos não clareadores. No primeiro caso, os dentes podem ser clareados com um produto que altera sua cor natural. Muitos desses produtos contêm peróxido de carbamida, um ingrediente ativo que se decompõe em peróxido de hidrogênio e ureia. Essas substâncias agem removendo tanto as manchas profundas (intrínsecas) quanto as manchas superficiais (extrínsecas) dos dentes. Por outro lado, os produtos não clareadores contêm ingredientes ou agentes que agem removendo apenas manchas superficiais. O dentista pode administrar produtos para branqueamento em seu consultório ou fornecer um produto para ser usado em casa – ou você mesmo pode comprar produtos branqueadores de venda livre de sua preferência.

Seu lado sensível
A sensibilidade pode ocorrer durante e após o uso de agentes clareadores à base de peróxido. Quando seus dentes estão sensíveis, podem apresentar maior reação a bebidas quentes e geladas, escovação dentária com muita força ou alimentos doces – na forma de dor curta e aguda. Essa sensação ocorre com frequência durante o início do tratamento clareador, quando o peróxido de hidrogênio penetra no esmalte, expondo os nervos da dentina abaixo dele.

A menos que contenha um agente clareador à base de peróxido, produtos como cremes dentais (dentifrícios) branqueadores podem causar menos sensibilidade, porque tratam apenas a superfície dos dentes. Diferentes pacientes podem obter resultados diferentes usando o mesmo produto, dependendo dos dentes de cada um deles. Em geral, os géis usados em moldeiras – assim como alguns produtos para clareamento de venda livre – apresentam maior potencial para causar sensibilidade dentinária após o branqueamento.

Variações na sensibilidade
Quanto maior a concentração do produto clareador e o tempo de contato com o produto, mais comum é a sensibilidade dentinária. A maioria dos produtos para clareamento profissional tem concentrações mais elevadas de peróxido de hidrogênio do que os produtos de venda livre. Também pode ocorrer irritação ocasional do tecido da gengiva com o uso de agentes clareadores à base de peróxido, embora às vezes essa irritação possa ser causada pelo ajuste inadequado da moldeira usada para a aplicação do agente. Outros efeitos colaterais no tecido dentário e no tecido mole (mucosa oral) podem envolver a sensibilidade da polpa, a reabsorção radicular e a liberação de componentes específicos de materiais restauradores dentários. Relatórios da ADA sobre dois estudos clínicos indicaram que as alterações excessivas ou os danos no esmalte do dente provavelmente eram causados pelo baixo pH dos produtos de branqueamento de venda livre, pelo uso excessivo desses produtos ou pela combinação de ambos.

Como encontrar alívio
A sensibilidade dos dentes e da gengiva é, em geral, temporária e desaparece quando termina o tratamento clareador. Porém, a frequência e a intensidade da sensibilidade dentária podem ser afetadas pelas técnicas usadas, pela qualidade do agente branqueador e pela resposta do paciente aos produtos e métodos de clareamento.

Há vários produtos ou técnicas usados com maior frequência para tratar a sensibilidade dentária, também conhecida como hipersensibilidade dentinária:

  • Usar um produto para branqueamento com menor concentração do ingrediente ativo.
  • Reduzir o tempo de uso da moldeira de clareamento.
  • Aumentar o intervalo entre os tratamentos clareadores individuais.
  • Evitar o procedimento de clareamento por um período mais longo.
  • Fazer um tratamento de dessensibilização ou aplicar verniz cavitário no consultório odontológico.
  • Usar um gel ou creme dental indicado para a sensibilidade dentária.
  • Escovar os dentes suavemente com uma escova dental de cerdas macias e água morna.
  • Mudar a dieta, evitando alimentos quentes ou frios por um ou dois dias depois do branqueamento.
  • Evitar o uso excessivo de tratamentos branqueadores em casa.
  • Usar produtos dessensibilizantes 10 a 30 minutos antes e depois de cada clareamento.
  • Usar agentes clareadores associados a agentes dessensibilizantes.

Consulta ao dentista
Uma atitude importante antes de fazer um clareamento dental é consultar o dentista para determinar se essa é uma opção ideal para você e para saber se existe a possibilidade de sensibilidade dentinária. O dentista pode avaliar seus dentes e fazer um teste de sensibilidade a jatos de ar e ao toque para determinar o método de tratamento clareador mais apropriado. O dentista também pode recomendar um creme dental dessensibilizante para promover alívio imediato da sensibilidade dentinária.

Sobre o autor: Yolanda Eddis, RDH, BASDH, é higienista clínica registrada pelo governo dos Estados Unidos. É membro da American Dental Education Association e do Esther Wilkins Education Program e consultora da Colgate Oral Health. Seus interesses de pesquisa incluem projetos de extensão comunitária. Atualmente, Yolanda está cursando mestrado em Ciências da Saúde com currículo generalista na Universidade Nova Southeastern, em Fort Lauderdale, Flórida.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Vai arrancar o dente do Siso? Confira Dicas incríveis para um procedimento Tranquilo!

Os dentes do Siso são os últimos dentes a nascerem, nem sempre tem espaço suficiente na boca para acomodar os dentes do siso. Por isso, há o risco desses molares ficarem presos embaixo do tecido gengival, de outros dentes ou ossos e quando isso acontece, podem causar dor, inchaço e até dificultar a higiene bucal. Diante dessas situações, não tem saída a não ser removê-los!

Se o seu dentista recomendou a extração do siso, você talvez esteja com medo. Mas não há motivos para se preocupar: o procedimento, apesar de se tratar de uma cirurgia, é bem simples e feita de forma rotineira. Para que tudo ocorra bem e você se recupere mais rapidamente, algumas dicas são essenciais:

Siga todas as orientações do cirurgião-dentista
Apesar de parecer óbvio, nem todo mundo segue à risca as recomendações do cirurgião-dentista. Mas, querendo ou não, a extração do dente do siso é uma cirurgia e o paciente deve cumprir todos os cuidados pré e pós-operatório para evitar complicações durante o procedimento e se recuperar mais rápido.

Tenha uma alimentação nutritiva
Os cuidados com a alimentação começam antes mesmo da cirurgia para evitar dor, desconforto e auxiliar no processo de cicatrização. Aposte em alimentos nutritivos que ajudem a fortalecer o sistema imunológico. Depois da cirurgia, o ideal é investir em ditas ricas em opções pastosas e líquidas, servidas, de preferências, mornas ou frias. Sopas de vegetais e sucos naturais de frutas são ótimas pedidas.

Escove os dentes adequadamente
Cuidado ao escovar os dentes depois da extração do siso. Use uma escova ultramacia e manuseie-a de forma mais suave que o habitual. É bem provável que seu cirurgião-dentista o oriente a preservar a região operada e os seus arredores durante algum tempo. Vale pedir mais informações ao profissional para garantir uma boa higienização sem prejudicar a recuperação.

Outro cuidado é referente ao uso de enxaguantes bucais. Você somente deve utilizar o produto se houver recomendação médica. Do contrário, suspenda o hábito durante a recuperação para evitar complicações.

Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas após a extração do dente do siso
É bem provável que após a cirurgia de remoção do siso, o cirurgião-dentista indique analgésicos, antibióticos e anti-inflamatórios para diminuir dores, inchaços e incômodos e auxiliar na cicatrização. Evite ingerir bebidas alcoólicas durante esse período, porque elas prejudicam a ação dos medicamentos.

Também é necessário evitar fumar, pelo menos até a remoção dos pontos. Isso porque as substâncias tóxicas do cigarro penetram na mucosa e interferem no processo de cicatrização.

Tome os medicamentos conforme orientação
Ao contrário do que muitos imaginam, a recuperação após a extração do dente do siso pode ser indolor e tranquila, desde que o paciente siga todas as orientações dos tópicos anteriores. Mas o principal mesmo é tomar os medicamentos conforme prescrito pelo cirurgião-dentista. Essa dica parece óbvia, no entanto, quem nunca se automedicou da forma como achou conveniente? Seguir a frequência e dosagem indicadas vão ajudá-lo a prevenir incômodos diversos.

Por fim, a dica mais importante para perder o medo de tirar o dente do siso e garantir um procedimento tranquilo é escolher o profissional e local de referências. Você deve confiar no cirurgião-dentista e se certificar de que a clínica possui infraestrutura adequada para realização da cirurgia.

A Clínica Biodonto conta com todos os recursos para fazer a cirurgia de remoção do dente do siso com segurança e conforto. Saiba mais sobre nós e nossos profissionais!

Harmonização Orofacial – Tratamento Estético de Harmonização do Sorriso

Harmonização Orofacial -Tratamento Estético de Harmonização do Sorriso em BH

Harmonização Orofacial – Tratamento Estético de Harmonização do Sorriso

Um sorriso natural e agradável está em harmonia com os lábios e a face. A capacidade individual de exibir o sorriso depende da qualidade e quantidade dos dentes e da gengiva, da relação dos dentes com os lábios durante o sorriso e da integração harmoniosa entre os componentes faciais.

Para os pacientes que terminaram o tratamento com o Aparelho Ortodôntico, nem sempre o novo sorriso estará em harmonia com a face. Para estes casos a harmonização orofacial é a solução indicada pelos dentistas. Esse tratamento contempla várias técnicas e vem sendo cada vez mais procurados aqui na Biodonto.

Para quem tem dentes alinhados, mas ainda não conquistou aquele bonito sorriso, vale a pena conferir o que é e como funcionam as técnicas da harmonização orofacial!

Harmonização Orofacial -Tratamento Estético de Harmonização do Sorriso em BH

O que é harmonização orofacial?

A harmonização orofacial é um tipo de tratamento estético de harmonização do sorriso que busca equilibrar os elemntos faciais que compõem a face. Por meio de técnicas específicas e procedimentos, o cirurgião dentista corrige algumas imperfeições que acabam afetando o resultado estético do sorriso. A aplicação de toxina botulínica, ácido hialurônico e até a bichectomia são alguns exemplos de procedimentos que fazem parte de um tratamento de harmonização orofacial.

Quer saber mais? Entre em contato e agende o seu horário.

📲 (31) 99774-9400
📞 (31) 2524-9400

Quais são os perigos do Clareamento Dental Caseiro?

Todos queremos ter um belo sorriso branco, bonito e saudável, não é mesmo? Em busca do Sorriso Perfeito há muitas pessoas que ainda arriscam diversas técnicas de clareamento dental caseiro, que são encontradas de maneira indiscriminada e irresponsável na internet. Mas, será mesmo que elas clareiam o sorriso?

Você está buscando por tratamentos para clarear os dentes certo?  Mas tem receio que o clareamento dental caseiro estrague seu sorriso e danifique sua saúde da sua boca? Então acompanhe a matéria até o final porque hoje vamos dar dicas sobre clareamento dental caseiro:

Principais riscos do clareamento dental caseiro

saiba os perigos de realizar clareamento dental caseiro

Bicarbonato de sódio esfolia os dentes?

É comum vermos relatos de pessoas que dizem que seus dentes ficaram brancos após a aplicação de bicarbonato de sódio. O dente, realmente, fica com aspecto mais claro. Mas, na realidade, isso se deve à limpeza mais profunda que é feita com o bicarbonato. Quando empregada com frequência, essa técnica de clareamento dental caseiro intensifica a esfoliação dos dentes, podendo degradar o esmalte dentário.

Suco de limão corrói o esmalte dos dentes?

A sensação de clareza provocada nos dentes por conta do uso do limão deve-se ao fato da fruta fazer uma remoção intensa das manchas externas dos dentes. Porém, a sua ação começa a ser prejudicial se essa técnica for feita com frequência. Por ter baixo PH, o limão provoca a corrosão no esmalte dos dentes.

Água oxigenada pode trazer problemas bucais?

Embora o peróxido de hidrogênio (água oxigenada) seja um dos princípios ativos dos géis clareadores, a sua concentração não é mesma da que é empregada no clareamento dental. Na boca, ela simplesmente elimina as bactérias. Mas, a longo prazo, isso pode gerar problemas para saúde bucal, de acordo com o Dr. Artur Cerri, coordenador da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas). O especialista afirma que os bochechos com água oxigenada facilitam a multiplicação de bactérias aeróbicas, causando uma série de transtornos bucais.

Carvão atinge o esmalte dentário?

Não se pode afirmar, categoricamente, que o carvão vegetal clareia os dentes. Afinal, não existe uma comprovação científica que ateste isso. O que é comprovado é o seu poder de remover manchas superficiais do dentes. No entanto, o uso indiscriminado dessa técnica de clareamento dental caseiro compromete o esmalte dos dentes, provocando uma fragilidade na dentição.

Pastas de dente clareadoras só fazem limpeza superficial?

De acordo com o professor Vinícius Pedrazzi, da Faculdade de Odontologia da USP de Ribeirão Preto, as pastas de dente clareadoras apenas retiram as manchas superficiais da dentição, mas não fazem um clareamento incisivo nos dentes. A concentração de peróxidos nessas pastas é muito baixa para se obter um resultado significativo. Além disso, por ter partículas esfoliantes, as pastas clareadoras provocam pequenos ferimentos na boca de quem as utiliza.

Não comprometa a sua saúde bucal!

Como você pôde perceber, são muitas as opções de clareamento dental caseiro. Porém, nenhuma proporciona um resultado significativo. Será que você vai querer arriscar a saúde da sua boca? Não perca tempo fazendo clareamento dental caseiro e busque pela ajuda de um profissional. Ele vai analisar o estado dos seus dentes e te indicar o procedimento mais adequado para clarear os seus dentes.

Com a Biodonto você tem acesso a dentistas especializados em clareamento dentário. Entre contato conosco e marque já uma consulta com um de nossos dentistas!

TELEFONE: (31) 99774-9400 / (31) 2528-9400

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 08:00 AM – 08:00 PM

NOSSA LOCALIZAÇÃO:
Av. Bias Fortes, 924 – Lourdes – Belo Horizonte – MG